Guerra dos Macarons

Como uma grande apreciadora de macarons, quis trazer para vocês um pouquinho da história e curiosidades desta deliciosa iguaria que vem sendo apreciada cada dia mais no Brasil.

Há uma indefinição quanto à sua origem: uns acreditam que é italiano (derivado da palavra italiana maccarone), outros que é francês. A versão mais citada é a de que os doces foram levados da Itália para a França por Catherine de Médici.

Esta fina guloseima é elaborada a partir da mistura de claras, farinha de amêndoas e açúcar refinado e de confeiteiro. Sua coloração é intensa, brilhosa, é macio por dentro e possui uma casquinha crocante por fora. Além disso, seus recheios podem variar bastante: buttercream, ganache ou geléia de infinitos sabores.

Atualmente este doce é encontrado em praticamente todas as pâtisseries (docerias) francesas. Em 2005, quando morei lá, não o conhecia e acabei experimentando porque umas amigas falaram que eu iria amar.

Realmente! A partir de então os macarons passaram a ser um dos meus doces preferidos!

Quem tiver a oportunidade de ir para Paris e quiser experimentar um legítimo macaron, não pode deixar de ir à famosa Ladurée. Esta casa é uma das mais tradicionais e oferece diversas opções de sabores.

O que a faz ser uma das melhores pâtisseries de macarons é a excelência dos produtos que utiliza. A textura da massa, perfeita, e a qualidade dos recheios, com essências naturais e de altíssima qualidade. Como se isso não bastasse, as caixinhas de embalagens são simplesmente maravilhosas e um charme!

Vale a pena entrar no site para conhecer um pouquinho mais desta tentação (http://www.laduree.fr )!

Quando voltei ao Brasil procurei a iguaria em inúmeras confeitarias, porém apenas algumas a ofereciam na época.

De lá para cá os doces caíram nas graças dos brasileiros e podem ser encontrados e devorados em diversos locais. Alguns chefes oferecem até cursos…..

Atualmente eles têm sido muito utilizados em casamentos, sejam na mesa dos doces ou como lembranças.

Há algum tempo venho testando algumas receitas e realmente é bem complicado atingir o ponto certo da receita. A massa é muito delicada e requer um cuidado especial com a temperatura do forno.

Na minha última tentativa quis diversificar um pouco e fiz quatro sabores: baunilha, cereja, pistache e chocolate. Algumas massinhas quebraram porque o forno estava muito quente, mais a maioria sobreviveu e ficou bem legal! Tirei algumas fotos para mostrar para vocês….

A receita que mais gostei e que vou passar para vocês é a do Chef Eduardo Beltrame, do programa Mulheres, da TV Gazeta.

 Receita de Macarons

Ingredientes da massa:

  • 1 xícara (chá) de açúcar refinado
  • 3 claras
  • 1 xícara (chá) de farinha de amêndoas
  • 1 xícara (chá) de açúcar impalpável
  • Corante em gel a gosto
  • Farinha de trigo e margarina para untar

Modo de preparo:

Aqueça as claras com o açúcar refinado até ficar morno, coloque para bater até que fique em ponto de suspiro, após isso misture o restante muito bem, caso queira colocar corante, utilize corante em gel.

Pingue ou modele os macarons, coloque numa assadeira untada enfarinhada e leve para assar em forno a 150º por 15 minutos (Dica: Controlar a temperatura do forno colocando uma colher de pau na porta).

Ingredientes do recheio do creme de manteiga (básico):

  • ½ xícara (chá) de açúcar impalpável
  • 5 colheres (sopa) de manteiga sem sal
  • ½ xícara (chá) de leite condensado
  • aroma a gosto

Modo de preparo:

Misture a manteiga, o açúcar, o leite condensado, o chocolate em pó e o aroma desejado, coloque em saco de confeiteiro e recheie os macarons.

Rendimento: 50 unidades simples e 25 unidades recheados

Para o recheio de baunilha basta adicionar essência de baunilha no creme amanteigado básico.

Para o recheio de chocolate há 2 opções: ganache de chocolate ou  adicionar ½ xícara (chá) de chocolate em pó (50% em cacau) no creme amanteigado básico.

Para o recheio de baunilha basta adicionar essência de cereja e corante em gel no creme amanteigado básico. Se desejar, pode-se adicionar cerejas picadas também.

Para o recheio de pistache basta adicionar essência de pistache e corante em gel no creme amanteigado básico. Como tinha um pouco pó de sorvete de pistache, adicionei e o resultado ficou ótimo.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: